Inteligência da PF fez alerta sobre ameaça à vida de Bolsonaro

Em depoimento nesta terça-feira (19), o ex-diretor de Inteligência da Polícia Federal Claudio Ferreira Gomes disse que comunicou diretamente à Abin e ao GSI “um caso de ameaça à vida do Presidente da República”.

Ele não detalhou a ameaça a Jair Bolsonaro, limitando-se a dizer que ocorreu durante sua gestão, e portanto, durante o atual mandato presidencial — Gomes foi nomeado no início do ano passado pelo ex-diretor-geral Maurício Valeixo e deixou o cargo no último dia 13.

No momento em que falou sobre a ameaça, Claudio Gomes era questionado sobre a forma de transmissão dos relatórios de inteligência à Abin. Disse que, em geral, eram transferidos pelo sistema próprio “ou, a depender do caso, diretamente (não necessariamente de forma pessoal ao dr. [Alexandre] Ramagem [diretor da Abin], e não envolviam investigações criminais em andamento”.