Bolsonaro muda tom sobre covid-19 e assume medidas de combate à doença

O presidente Jair Bolsonaro voltou a se pronunciar sobre a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em rede nacional. Essa foi a quarta vez que ele se dirigiu à população desde o início da crise.

Desde o seu último pronunciamento na rede de televisão e rádio, no dia 24 de março, Jair Bolsonaro  vinha defendendo uma postura contrária às recomendações da OMS e demais órgãos de saúde. Porém, no pronunciamento da noite desta terça-feira (31), o presidente adotou um novo tom em combate a doença.

Segundo o presidente, sua maior preocupação é em salvar vidas e diz que entende as angústias dos trabalhadores que estão confinados em casa. Bolsonaro citou o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) Tedros Adhanom, assim como tinha feito em pronunciamento pela manhã.

Também foram anunciadas medidas de combate ao novo coronavírus (Sars-coV-2) como o aumento da capacidade da rede do SUS, novos leitos com respiradores, EPI’s e mais kits para testes rápidos. O presidente afirmou que trabalha em parceria com o ministro da economia, Paulo Guedes, para assegurar o emprego e a renda das famílias. O auxílio quarentena de R$ 600 para autônomos também foi confirmado por Bolsonaro.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário