Bolsonaro não falava em troca da PF no Rio, mas de sua “segurança pessoal”, diz Braga Netto em depoimento

Sobre a reunião de Jair Bolsonaro (sem partido) com todos os ministros, realizada em 22 de abril, Braga Netto afirmou que o presidente revelou a intenção de trocar a segurança no Rio de Janeiro, mas que seria a segurança pessoal.

“Quando o presidente revelou sua intenção de trocar ‘a segurança do Rio de Janeiro’, entende que se tratava da segurança pessoal do presidente, a cargo do Gabinete de Segurança Institucional, não tendo referência à Polícia Federal; Que na perspectiva do depoente, ao citar ‘segurança no Rio de Janeiro’, o presidente Jair Bolsonaro apenas fez referência como ilustração de sua insatisfação.”

Braga Netto também contou que Bolsonaro se queixava da falta de esclarecimentos sobre o caso do porteiro em seu condomínio no Rio de Janeiro, que havia identificado a sua voz. Na ocasião, o porteiro envolveu o nome do presidente no inquérito que investiga a morte de Marielle Franco.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário