Brasil tem pior dia na pandemia: 1.641 mortes registradas em 24 horas

Há seis dias, sem interrupção, a média móvel de mortes causadas por Covid-1  é considerada a maior da história. Nesta terça-feira (02), o país atingiu o novo pico de 1.262 mortes por dia durante a semana. E de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o número exato de óbitos registrados foi de 1.641 em 24 horas – é a pior marca de mortes atingida desde o início da pandemia, superando o recorde batido de 29 de julho, quando foram contabilizadas 1.595 vítimas. 

O país também registrou, no mesmo intervalo, 59.925 novos casos da doença, com 10.646.926 confirmações desde o início da pandemia. Os dados são do boletim diário do Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass), e apontam a média móvel de casos também em crescimento, o que sugere um volume ainda maior de mortes nos próximos dias.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário