Começa o bombardeio da Receita contra os artistas da Globo

Depois de passar meses vasculhando as relações financeiras da Globo com as estrelas que integram o elenco artístico da emissora, a Receita Federal deflagrou no fim de novembro uma das mais contundente  fiscalizações já realizadas pelo órgão contra o grupo no período recente.

O órgão aplica multas milionárias contra 12 celebridades da TV e do cinema brasileiro por supostos “crimes contra a ordem tributária”  cometidos em “conluio” com a Globo a partir da chamada “pejotização”, modelo de relação de trabalho que a própria Receita  reconhece que é “comum no país”, mas que, nesse caso, é usado até para fundamentar acusações graves contra os globais e a emissora no MPF por “crimes contra a ordem financeira”.

Segundo a Receita, ao recorrer ao modelo de pejotização, a emissora deixa de arcar com custos formais nas relações trabalhistas enquanto  o artista paga menos imposto de renda. Vantajosa para as duas partes e, como disse a Receita, comum no país, a prática agora configuraria crime na avaliação dos auditores que estão atrás da Globo.

RADAR / VEJA

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário