Ex-chefe da PF no Rio diz que não houve interferência de Bolsonaro em investigações

Em depoimento nesta segunda (11), Ricardo Saadi afirmou que, do início de 2018 a agosto de 2019, quando foi superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, não recebeu pedidos da Presidência da República para interferir em investigações no estado.

“Durante a gestão do depoente como superintendente do Rio de Janeiro, pela Presidência ou por terceiros em nome dela, não recebeu pedido formal ou oral de início de investigações ou de arquivamento”.

O Antagonista

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário