Exigência de Passaporte deve pressionar quase 200 mil potiguares a tomar 2ª dose

As normas variam entre cada local, mas a regra geral é ter duas doses de vacina ou a dose única para frequentar espaços como bares, restaurantes e shows, por exemplo.

Belém, Brasília, Cuiabá, Florianópolis, João Pessoa, Fortaleza, Macapá, Maceió, Palmas, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Teresina e Vitória determinaram a obrigatoriedade do documento.

A capital de Santa Catarina estende a exigência a adolescentes de 12 a 17 anos, com a primeira dose, enquanto a da Bahia inclui a dose de reforço para o público elegível, isto é, que completou o ciclo de imunização há quatro meses.

A capital federal é um caso à parte: Brasília pede o documento para entrada em estádios, por exemplo, mas abre a possibilidade para teste negativo de Covid-19. Também há a exigência para entrada em eventos, shows e festivais, mas um decreto suspendeu a realização de tais atividades diante da escalada de infecções por coronavírus.

Território Livre