Flamengo diz à Globo que “não vai tolerar ameaça ou coação”

Flamengo e a Globo continuam na polêmica envolvendo os direitos de transmissões do Campeonato Carioca. Na última terça-feira, o clube enviou uma contranotificação à emissora, que afirma que a nova MP assinada por Jair Bolsonaro, não valerá no próximo jogo,contra o Boavista, pela quinta rodada da Taça Rio. A partida é mando do Rubro-Negro.

No comunicado com quatro páginas e assinado pelo presidente Rodolfo Landim, o clube afirma que não possui nenhuma relação contratual com a Globo e que a Medida Provisória assegura, com exclusividade, ao mandante da partida de futebol, o direito de transmissão do jogo.

Segundo a emissora, ela já adquiriu os direitos de transmissão junto ao Boavista e que o Flamengo não pode vender o seu direito para terceiros ou decidir passar o jogo em seu canal oficial, a Fla TV.

“O Flamengo não irá tolerar qualquer tipo de ameaça ou coação ao exercício de qualquer direito legítimo que lhe é garantido pelo ordenamento jurídico, devendo a Globo se abster de impedir que esta entidade desportiva negocie as transmissões dos seus jogos, na qualidade de mandante”, disse o presidente Rodolfo Landim


0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário