Governo busca medidas para evitar perda salarial na Polícia Civil

Em reunião com representantes do Sindicato dos Policiais Civis e das associações de Delegados e Escrivães, na tarde desta terça-feira (25), o Governo do Estado informou que vai estudar uma alternativa para evitar uma possível perda de até 35% na remuneração devido à ação judicial movida pelo Ministério Público Estadual que alega inconstitucionalidade no pagamento do adicional por tempo de serviço das categorias.

“A determinação da governadora Fátima Bezerra é evitar qualquer perda salarial aos servidores”, disse o Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes. Ele acrescentou que o Estado vai buscar a solução jurídica e administrativa possível para evitar qualquer prejuízo às categorias e voltará a se reunir na próxima segunda-feira (31) com as categorias para apresentar uma proposta.

A reunião na sede da Governadoria ocorreu de forma presencial e remota. O Governo foi representado pelos integrantes do Comitê de Gestão e Eficiência, integrado pelos secretários de Planejamento, Aldemir Freire, Procuradoria-Geral do Estado, representada pelo procurador-geral em exercício, José Duarte Santana e pelo procurador João Carlos Coque, e Gabinete Civil, representado pela assessora especial do Governo, Luciana Daltro.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário