Maia: “Se governo enviar auxílio parcelado, deputados aumentam para R$ 600”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (25/6) que, se o governo federal insistir e enviar à Casa um projeto que prevê a redução no valor do auxílio emergencial, os parlamentares devem aumentar o valor das três parcelas novamente para R$ 600.

Se o projeto for de fato entregue aos deputados, Maia admitiu que o plenário deverá aumentar o valor de todas as parcelas para R$ 600. Ou seja, o montante total, que seria de R$ 1,2 mil — mesmo valor defendido por Maia pela prorrogação de mais duas parcelas de R$ 600 –, poderá ser de R$ 3,6 mil, levando-se em conta casos em que o beneficiário recebe em dobro, como mulheres sem maridos ou companheiros e que moram com crianças ou adolescentes de até 18 anos.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário