Ministério da Educação prepara ação contra curso do “golpe de 2016” da UnB

MendoncaFilho-2-2-868x644O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse ao Poder360 que deve enviar 1 ofício nesta 5ª feira (22.fev.2018) a vários órgãos de controle para que seja analisada a legalidade do curso oferecido pela Universidade de Brasília “o golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”.

O Poder360 revelou nesta 4ª feira (21.fev.2018) o conteúdo completo do plano de estudos do curso “o golpe de 2016“. Para ter acesso ao que será ensinado nessa disciplina, clique aqui.

“Está claro que não houve base científica na criação desse curso. Contraria as boas práticas da educação. Alguém não pode ter uma ideia ou uma opinião e simplesmente oferecer dentro de uma universidade 1 curso”, declara Mendonça Filho.

Para o ministro, não existe aderência do tema proposto pelo curso com a realidade brasileira: “O Brasil é 1 país democrático. Vivemos com respeito total a todos os direitos. O processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff se deu respeitando todos os ditames da Constituição, tendo sido tudo validado pelo Supremo Tribunal Federal. Ou seja, alguém não pode ter uma ideia de que foi 1 golpe e querer fazer 1 curso afirmando isso”.

Poder 360

images-1