Mulher de desembargador do Rio recebeu R$ 1,6 mi em dinheiro vivo

Em denúncia apresentada ao STJ, a PGR apontou movimentação de “grandes quantias” de dinheiro em espécie por parte de Mário Guimarães Neto, desembargador do TJ-RJ, e sua mulher, a advogada Gláucia Guimarães, informa Aguirre Talento em O Globo.

Segundo as investigações, Gláucia recebeu depósitos em dinheiro vivo que totalizaram R$ 1,6 milhão entre 2012 e 2019, incluindo repasses de um funcionário do gabinete do marido.

Esses depósitos foram apontados pela PGR como mais uma prova das acusações contra o desembargador –Guimarães e sua mulher foram denunciados no dia 15 por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário