Mutações aumentaram capacidade de transmissão do coronavírus

A diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa Etienne, afirmou que estudos em andamento estão fornecendo cada vez mais evidências de que algumas das variantes do novo coronavírus, como a identificada primeiro em Manaus, região Norte do Brasil, têm maior capacidade de transmissão do que a cepa original do vírus.

De acordo com o gerente de Incidentes da Opas, Sylvain Aldighieri, três variantes preocupantes foram identificadas em pelo menos 20 países das Américas. Ele também informa que cerca de 1,6 milhão de casos de Covid-19 foram registrados na região na semana passada, em torno de metade dos casos globais no período.

Etienne afirmou que os países americanos ainda estão sendo afetados severamente pela pandemia. A diretora-geral da Opas defendeu medidas de segurança como a “melhor forma” de combater o vírus a curto prazo, antes de vacinas começarem a fazer efeito.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário