OMS mostra ‘descompasso’ com idas e vindas durante a pandemia

A OMS (Organização Mundial da Saúde) parece caminhar em descompasso. Pouco mais de 24 horas após a líder do programa de emergências da entidade, Maria van Kerkhove, indicar que a transmissão do novo coronavírus por pacientes sem sintomas parecia ser “rara”, o órgão veio à público para esclarecer que o contágio acontece, sim, mas ainda não se sabe a dimensão. O caso, entretanto, está longe de representar uma situação isolada. 

A organização, que tem respaldado ações de combate à pandemia promovidas por agentes públicos em diversos países do mundo —incluindo lideranças brasileiras—, em apenas três meses já suspendeu e retomou estudo clínico com a hidroxicloroquina, “reavaliou” orientações para uso de máscaras e, também, segue sendo criticada pela demora com que classificou a situação epidemiológica mundial como “pandemia”, cerca de 90 dias após os primeiros registros da infecção respiratória em Wuhan, na China. 

R7

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário