País ainda tem 10 milhões de pedidos sem resposta por auxílio emergencial

O governo anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses, como forma de minimizar os transtornos financeiros causados à população pela pandemia do coronavírus, mas ainda há 8 milhões de pessoas na fila que aguardam o resultado de uma análise para receber o benefício, passados 80 dias do início do programa. Outros 2 milhões de brasileiros esperam a reanálise dos pedidos pelo Ministério da Cidadania.

Os cálculos são da Rede Brasileira de Renda Básica, que critica a falta de transparência dos dados do auxílio e o calendário de pagamento da terceira parcela do programa. A liberação efetiva do dinheiro deve estender até setembro.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário