Papa Francisco chama prazer culinário e sexual de “simplesmente divino”

O Papa Francisco chamou o prazer culinário e sexual de “simplesmente divino”, em um livro de publicado nesta quarta-feira (09) na Itália.

“A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”, estima o papa argentino quando questionado por Carlo Petrini, escritor e gourmet italiano.

“O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”, enfatiza o pontífice.

“O prazer de comer servir para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual servir para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie”, disse Francisco.

O papa se opõe categoricamente a uma “moralidade abençoada” que rejeita a noção de prazer, como aconteceu na história da Igreja Católica, porque “é uma interpretação errônea da mensagem cristã”.

Com informações do Jornal do Comércio

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário