Papa Francisco diz ter vergonha de casos de pedofilia na Igreja

8rjx5fgrqf6hj9m5ql35bcuy6Após desembarcar no Chile nesta terça-feira (16), o papa Francisco, em reunião com políticos e diplomatas do país, disse sentir “vergonha e dor” por conta dos casos de pedofilia envolvendo clérigos chilenos. Em nome da igreja, ele pediu perdão pelo “dano irreparável causado a crianças por parte dos padres”.

“Desejo unir-me aos meus irmãos no Episcopado porque é justo pedir perdão e apoiar com todas as forças as vítimas, enquanto devemos nos empenhar para que isso não se repita”, disse Francisco.

Dias antes da chegada do papa ao país, diversas igrejas no Chile foram atacadas a pedradas e bombas caseiras. Panfletos com ameaças ao papa foram encontrados nos locais atingidos; entre as reclamações dos manifestantes estão os gastos milionários com a segurança do pontífice e o suposto acobertamento, por parte dele, de casos de abuso sexual infantil praticados por padres e bispos chilenos.

IG

images-1