Pesquisa: maioria acha que o STF interfere muito nas decisões do governo

Levantamento nacional do instituto Paraná Pesquisas indica que a maior parte dos entrevistados acha que o Supremo Tribunal Federal (STF) está se excedendo em decisões que afetam atos de exclusiva prerrogativa do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo essa pesquisa, realizada para o site Diário do Poder, 39% dos brasileiros consideram que o STF “interfere muito” no Executivo contra 34,1% que acham “pouco”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Do total de entrevistados, 18,8% avaliam que o STF “nada” interfere nos atos do governo, enquanto 8,2% não quiseram ou não souberam opinar.

A polêmica foi provocada sobretudo por decisões dos ministros Celso de Mello e Alexandre de Moraes anulando decretos, nomeações e MPs.

Só Alexandre de Moraes proferiu contra o governo Bolsonaro 7 decisões monocráticas, na maioria pedido da oposição, em cerca de um mês.

O instituto Paraná Pesquisas entrevistou 2.267 pessoas nos 26 estados e no Distrito Federal, entre os dias 4 e 6 deste mês.