Plano enxuto faz Guedes e Marinho renovarem parceria com bênçãos do Centrão

Depois de desavença pública e aparente rompimento, os ministros Paulo Guedes (Economia) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) voltaram às boas.

Os dois ministros chegaram a um consenso sobre gastos públicos, que quase determinava o rompimento dos dois, na época do anúncio do Plano Pró-Brasil, quando se discutiu o aumento dos investimentos com recursos públicos na fase pós-pandemia.

Agora foi estabelecida uma trégua, depois que os dois acertaram um plano mais enxuto de obras (financiadas no Ministério de Gudes e executadas pelo de Marinho) para ajudar na reguperção da economia sem inviabilizar o ajuste fiscal.

COM AS BENÇÃOS DO CENTRÃO

O dois discutiram o assunto na última quarta-feira. Superando os atritos provocados pela posição de Marinho em favor dos gatos com o Plano Pro-Brasil e Guedes o acusou de atrapalhar a atuação do Banco Central na crise e na política de juros diante da reação negativa do mercado, que temia o afroxamento no ajuste de contas.

Guedes desfraldou a bandeira branca ao conhecer o plano do ministro do Desenvolviemtno Regional, apoiado pelo Centrão, limitados em R$ 16 bilhões, bem menos que os R$33 bilhões originais. Ai incluído o novo Minha Casa – Minha Vida.

Guedes compreendeu a importância de Marinho ao conversar com Deputados do Centrão, que trataram de aproximar os dois.

InfoMoney

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário