Presidente do INSS é demitido; Leonardo Rolim vai assumir o cargo

O governo demitiu o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Renato Vieira, nesta terça-feira (28/1). Ele será substituído pelo secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, um dos maiores especialistas do assunto.

A insatisfação com Vieira era latente dentro do governo. E foi uma determinação do presidente Jair Bolsonaro, que não escondeu a irritação com o estrago feito na imagem do governo por causa das longas filas no INSS.

Desde o estouro da crise no INSS, onde mais de 2 milhões de pessoas esperam pela liberação de benefícios, Bolsonaro vinha cobrando mudanças no comando do órgão. Mas o secretário nacional de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, resistia. De volta da Índia e sem os problemas do INSS resolvidos, Bolsonaro pediu a cabeça de Vieira. O presidente quer uma solução rápida para os problemas de atendimento no órgão.