Relembrando o Amigo

No dia em que reverenciamos a memória de nossos entes queridos, ofereço aos leitores do Blog de Vlaudey Liberato esse poema escrito para homenagear Mons. Ausônio. Ele fala de lembranças do amor que ele semeou entre nós.

Lembranças
Prof. Berto, poeta e escritor

Te procuraram naquele frio jazigo,
No aziago receio das lembranças,
Mas te encontrei num mar de bonança
E com esperança a Deus bendigo.

Era noite e o vento se curvava de frio
E no silêncio daquele silêncio se ouvia
Uma voz angelical que do alto dizia:
- Ele não mais está nesse lugar sombrio.

Sepultado nas entranhas da terra,
Sua alma, feliz, subiu ao céu,
Saltitando num alegre carrossel
Ao som da canção que a ilusão encerra:

“Sua ilusão entra em campo no estádio vazio
Uma torcida de sonhos aplaude talvez
O velho atleta recorda as jogadas felizes
Mata a saudade no peito driblando a emoção”.

Então, te encontrei na pureza de uma criança,
No homem jovem egresso do Projeto Casulo,
Construindo com fé a grandeza de seu futuro
Sobre a firme rocha do amor e da esperança.

Te encontrei, ainda, no sorriso mais belo
No rosto dos que estão felizes na simplicidade,
Clamando por justiça, paz e verdade,
Na fraternidade com amor puro e singelo.

Te encontrei entre amigos sem jazigos
Convertidos ao amor que brota de Jesus,
A fonte da única e verdadeira luz que reluz
No coração esperançoso de muitos mendigos…

Te encontrei, por fim, no brilho das estrelas,
No luminoso manto da lua cheia,
Na luz forte e celeste daquela candeia
E nos tons suaves de novas aquarelas.

Que saudades eu sinto daquele abraço!
Do teu sorriso tão belo, largo e solto,
Do amor que estava sempre envolto
No homem de Deus e no seu doce apreço.

Jesus sabe que um dia eu quis
Possuir asas para bem alto voar,
Chegar pertinho de dele e perguntar:
Amigo, você está feliz?

30 comentários ↓

#1 jose aldo em 11.02.11 at 10:19

assisti muitas missas celebradas com pe.auzonio.

#2 Ana Oliveira em 11.02.11 at 10:48

Um dia muito oportuno para lembrar do Mons. Auzônio. Há tanto do que lembrar. Lembrar do seu sorriso, do seu carinho pelas crianças…Obrigado, Prof. Berto, por mais esse presente!

#3 Janine em 11.02.11 at 10:49

Lindo poema!

#4 Suzana Souza em 11.02.11 at 10:51

Currais Novos não pode esquecer seus bem feitores…

#5 LIKA em 11.02.11 at 11:08

Parabéns Berto ! Fico feliz por esta belissíma homenagem ao nosso saudoso Pe. Auzônio…

#6 Janize em 11.02.11 at 12:47

Muito bonita a homenagem a Mons. Ausônio, estendida a todos os entes queridos que conviveram conosco na Terra e que continuam vivos em lembranças.

#7 Janize em 11.02.11 at 12:49

Muito bonita a homenagem a Mons. Ausônio, estendida a todos os entes queridos que conviveram conosco na Terra e que continuam vivos em nossas lembranças.

#8 Carlos Horacio em 11.02.11 at 13:06

Uma linda homenagem a todos que ja conviveram conosco e que já se encontram no plano espiritual com a certeza de que nos encontraremos. Saudades do meu amado PAI que um pouco mais de 5 anos ja retornou a patria maior.Que Deus abençoe a todos e fortaleça os nossos laços de amor e fraternidade.

#9 Lucia em 11.02.11 at 13:10

Lindo poema, estas palavras resumem o exemplo de coragem , força e bondade de um grande homem.

#10 Francisco das Chagas Silva em 11.02.11 at 13:14

Uma recordação destas espalhadas em versos, dispensa comentários, principalmente quando é feito por quem fez os versos e para quem foram feitos……mais uma vez o grande BERTO foi muito feliz em suas colocações, e todos nós que convivemos com Mons. Ausônio, sabemos que ele teve uma grande missão nesta dimensão, e cumpriu fielmente o que lhe foi destinado, transmitindo Paz…muita luz e energias positivas, e com certeza ele está feliz em outra dimensão, onde foi recebido com muita honra pela sua atuação aqui na terra….Parabéns BERTO….tudo o que disseres sobre o Mons. Ausônio ainda é pouco.

#11 deoclecio em 11.02.11 at 13:22

QUEM NAO LEBRA DESTA FIGURA

#12 Andreia em 11.02.11 at 13:28

Que bela lembrança neste dia marcado pela saudade e tristeza pelos que se foram.

#13 Abraão em 11.02.11 at 13:39

Parabéns ao senhor professor pela homenagem a esta figura tão ilustre de Currais Novos.

#14 Carlos George em 11.02.11 at 13:40

Presto minha homenagem aos meus entes queridos que já partiram e parabenizo Berto pela homenagem ao Monsenhor Ausônio

#15 CELSO em 11.02.11 at 13:44

Fiquei muito comovido com tão bela homenagem, parabéns a este sensível professor.

#16 ANTONIO TINOCO em 11.02.11 at 13:45

E PADRE AUSONIO QUANTA FALTA QUE FAZ, MERECIDAMENTE RELEMBRADO NESTAS PALAVRAS

#17 Lúcia das Neves em 11.02.11 at 13:47

Parabéns ao Vlaudey e ao Berto por iniciativa tão significativa para todas nós, as belas figuras ilustres de Currais novos não podem ser esquecidas…

#18 José Santos em 11.02.11 at 13:51

É isso aí professor Berto!!! Me emocionou pra caramba, principalmente por que não esperava encontrar esta bonita e merecida homenagem aqui.

#19 Geraldo em 11.02.11 at 15:06

Quero parabenizar o amigo Cândido, ou Berto, como nos conhecemos e dizer que ele é uma das pessoas que plantou sua semnte nas terras dos Currais Novos,por isso é tão admirado e não tenho dúvida de que contribuirá muitopara o engrandecimento de nossa cidade.
Parabéns amigo e continue plantando amizada por todos os recantos, que num futruro próximo os frutos virão em dobro.
Todos sabemos do seu valor para Currais Novos. Um grande abraço.

#20 Francisco Medeiros em 11.02.11 at 15:08

BELÍSSIMO POEMA. NOS FAZ PENSAR: EM QUE O EU LÍRICO ESTÁ PENSANDO? DE QUEM FALA? POR QUE ESCREVEU ISTO? ESTAS E OUTRAS INDAGAÇÕES NO VEM A MENTE.
VOU GUARDAR EM MINHA COLEÇÃO.

#21 Vânia em 11.02.11 at 16:28

Meus Parabèns pela Homenagem, muito merecida.

#22 betinha da acdf em 11.02.11 at 17:13

ESTOU “FILIZ”. COM CERTEZA O SR. ESTÁ COM DEUS. SDES. SUA E TODOS OS MEUS ENTES QUERIDOS.

#23 Geralda Efigênia em 11.02.11 at 18:04

Parabéns Berto,por mais uma belissima expressão poética. Sua alma de poeta é encantadora, seu dom é por demais divino e suas palavras indeleveis soltas ao mundo vivem a brilhar. Mais uma peça poética sua de qualidade, O Monsenhor Auzênio um ícone de paz e amor do nosso Seridó,de nossa Currais Novos. Justa homenagem, o mesmo é digno de toda nossa lembrança e homenagens. Eu mesma, tenho profunda admiração pelo “para mim” Padre Auzônio. Parabéns!

#24 João Carlos Maynard em 11.02.11 at 21:11

Muito profundo, só poderia ser escrito por um verdadeiro Cristão

#25 Anna Maria em 11.02.11 at 21:37

Belíssimo poema do Prof. Berto. Afinal, o homenageado fez tudo de bom na vida para merecê-lo.
Parabéns!!!

#26 Maria Maria em 11.03.11 at 0:34

Esse poema é um primor! Lindo!!!

#27 Maria Iací Pereira de Araújo em 11.03.11 at 0:50

Estou emocionada e feliz, lendo o poema de Berto. O nosso querido Mons. Ausônio, figura ímpar: justo, honesto, amigo, jamais será esquecido por todos que participaram de sua caminhada, aqui em nossa querida C.Novos. Lembro-me da celebração de sua primeira missa…………; lembro-me de sua primeira aula como professor do Jesus Menino, eu era uma de suas alunas (Português e Latim), lembro-me, sobretudo, dos momentos de angústia e aflição e suas palavras de conforto.
Agradeço ao amigo Berto, por esta oração tão maravilhosa, neste dia em que reverenciamos a memoria dos nossos entes queridos, que já não estão mais no nosso convívio. IACÍ

#28 Prof. Berto em 11.03.11 at 12:04

Ao completar 60 anos de idade, Deus me presenteou com o dom da poesia.Então fiz essa homenagem singela ao Monenhor Ausônio, lembrando de suas lições de amor ao próximo e de vida.
Fico feliz pelas manifestações de carinho para com ele, a inspiração de toda essa construção poética.
Que Deus nos abençõe!

#29 Prof. Berto em 11.03.11 at 16:54

Quero agradecer,em especial, ao comentário carinhoso feito pela poetiza Maria Maria. Fico feliz pelo seu reconhecimento.

#30 ISABEL LUCI em 11.04.11 at 10:49

Me emocionei muito com essa poesia, pois padre Ausônio era meu amigo, meu conselheiro, era muito sábio.
saudades. Berto não conhecia essa sua veia poética.