RN registra aumento de 256,9% na taxa de homicídios no período de 10 anos

Chacina-no-bairro-das-Rocas-151-768x509No ano de 2016, 62.517 pessoas foram assassinadas no Brasil, o que equivale a uma taxa de 30,3 mortes para cada 100 mil habitantes. Os dados são do Ministério da Saúde e foram divulgados nesta terça-feira (5) no 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, apresentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Segundo a análise, a taxa de homicídios no Brasil corresponde a 30 vezes a da Europa, e o país soma 553 mil pessoas assassinadas nos últimos dez anos.

O RN era em 2006 o terceiro Estado com menor taxa de letalidade, com 14,9 para 100 mil habitante, em 2016 a taxa passou para 53,4, e o Estado se tornou o terceiro com a maior taxa de letalidade, ficando atrás apenas de Sergipe e Alagoas. As maiores variações na taxa foram observadas em São Paulo, onde houve redução de 56,7%, e no Rio Grande do Norte, que registrou aumento de 256,9%.

Todos os estados que lideram a taxa de letalidade estão na Região Norte ou no Nordeste: Sergipe (64,7 para cada 100 mil habitantes), Alagoas (54,2), Rio Grande do Norte (53,4), Pará (50,8), Amapá (48,7), Pernambuco (47,3) e Bahia (46,9).

logotupperware2013transparente