Secretário pede reforço nas medidas de proteção


 O secretário adjunto da Saúde do RN, Petrônio Spinelli, fez um apelo, nesta segunda-feira, 18, para que prefeituras, empresas e a população redobrem os esforços e adiram maciçamente às medidas de proteção contra o novo coronavírus. Isto por que, esta semana, começa a ser paga a segunda parcela do auxílio emergencial que vem gerando grandes filas em todo o Estado. Estas aglomerações, em bancos, casas lotéricas e órgãos públicos para emissão de documentos, são a principal causa do crescimento do contágio em todo o país.

“Temos um grande desafio nos próximos dias. O pagamento bancário vai levar muita gente às ruas, formar filas e isso acaba favorecendo a contaminação. Faço apelo às prefeituras, às instituições bancárias e à sociedade como um todo para evitarmos que esta semana seja potencializadora de contágio, porque muitos desses casos poderão ter como consequência a morte”, alertou Petrônio Spinelli na entrevista coletiva realizada na Escola de Governo, em Natal.

O índice de isolamento social registrado neste domingo, 17, foi de apenas 47,93% no Estado. Número considerado muito baixo, uma vez que a recomendação dos especialistas da Organização Mundial da Saúde é de, pelo menos, 60%.