Secretário reforça uso obrigatório de máscara e necessidade do isolamento social

O boletim epidemiológico Nº 52 divulgado nesta terça-feira (5), durante a coletiva de imprensa, atualiza os dados da Covid-19 no Rio Grande do Norte. De acordo com o documento, o Estado possui 1.536 casos confirmados, 5.138 suspeitos, 4.702 descartados, 68 óbitos e 478 recuperados (pessoas que tiveram alta hospitalar). 

Este cenário mostra que em função do percentual atingido com o isolamento social, os números seguem uma progressão e a situação ainda exige atenção. Razão pela qual ocorreu a edição do novo decreto governamental com a prorrogação das medidas de isolamento.

A taxa de ocupação de leitos Covid continua crescendo e está próxima de 50%. Na rede hospitalar estão internados, atualmente, 211 pacientes nas redes pública e privada, sendo 117 na pública e 94 na rede privada.  Os casos mais críticos da doença (112) estão em UTIs e semi-intensivas e 99 estão em leitos clínicos.

Um dado preocupante apresentado pela Secretário de Estado da Saúde, Cipriano Maia, é relativo ao crescimento rápido do número de óbitos. As investigações dos óbitos suspeitos continuam e nas últimas 24 horas foram registrados seis mortes, ocorridas em Natal e Mossoró (dois em cada cidade), Parnamirim e Montanhas. Todas as vítimas possuíam comorbidades.   

“A situação exige cuidado e atenção redobrada. E este é o motivo da prorrogação do decreto. Ainda precisamos manter o isolamento e o distanciamento social, e intensificar o uso de máscaras que passa a ser obrigatório em todo o RN a partir do próximo dia 7”, afirmou Cipriano Maia. 

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário