Sem festas presenciais de padroeiros, paroquias deverão enfrentar dificuldades financeiras

A pandemia do novo Coronavírus trouxe bastante dificuldade para todos os setores, e as instituições religiosas não ficaram de fora desse aperto e terão que se reinventar.

E agora?

A não realização das festas presenciais dos padroeiros, cujas rendas servem para o custeio das paroquias, deve afetar bastante as finanças das mesmas, pela falta dos vários eventos sociais, que rendiam consideravelmente.

Com relação a Paróquia de Sant’Ana, o saudoso padre Erivan Primo já dizia que a renda da festa servia para bancar as despesas, até a outra festa chegar.

Déficit

Também não é de hoje, sabe-se que boa parte dos dizimistas católicos, inscritos não fazem a devolução, o que dificulta a vida paroquiana.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário