Seminário sobre Modernização das Leis Trabalhistas chega ao interior do RN

01-750x464Os empresários e trabalhadores de Currais Novos, na região Seridó do estado, tiveram a oportunidade de tirar suas dúvidas e fazer seus questionamentos sobre as mudanças na legislação trabalhista no Brasil e seus impactos no dia-a-dia empresarial. A Casa do Empresário (sede da CDL e do Sindivarejo locais) recebeu nesta sexta-feira, 01º de setembro, um público de cerca de 150 pessoas para participar do Seminário Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Por que mudou?, promovido pelas principais entidades empresariais do estado, entre elas Fecomércio RN, Fiern, Faern, Fetronor, Facern, Sebrae e FCDL.

“A modernização das leis trabalhistas era uma necessidade urgente para o Brasil, que trava uma batalha para se reerguer. Eventos como esse, como o que fizemos em Natal, serve para expor todos os detalhes da modernização e mostrar na prática o que realmente mudou tanto para o patrão como para o empregado”, ponderou o presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz.

Para esclarecer as dúvidas da classe produtora curraisnovense, o professor especialista em Direito e Processo do Trabalho Marcelo de Barros Dantas foi o palestrante desta edição, que apresentou casos semelhantes com julgamentos distintos. “A CLT causa uma insegurança jurídica e a nova legislação diz o que pode e o que não pode, tanto para o empregador como para o empregado. O empresário e o trabalhador devem se atentar a fazer boas negociações”, atentou o advogado.

“A nova legislação vai dar segurança para o empreendedor investir no Brasil e precisamos disso! A nossa reforma tem inspiração nas mudanças internacionais, que deram bons resultados, como na Alemanha. Um estudo que foi publicado na última semana fez um parâmetro com economias mundiais e o Brasil, com as novas leis trabalhistas, e o resultado foi o crescimento na empregabilidade, no Produto Interno Bruto e outros indicadores”, comentou o deputado relator da Reforma Trabalhista, Rogério Marinho, que marcou presença no seminário.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário