Só o corte de cargos comissionados federais pouparia R$3,5 bilhões por mês

O pacote de ajuda aos estados representará gastos de R$130 bilhões ao governo federal e, como sempre, vai sobrar para quem paga impostos. “Gordura” é o que não falta nos Três Poderes: relatório do Tribunal de Contas da União sobre comissionados no serviço público federal mostra que essa despesa representa um terço do total da folha de pessoal de funcionários ativos: R$3,5 bilhões de quase R$10 bilhões totais. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Dos 1,1 milhão de empregados do Executivo, Legislativo e Judiciário federais, cerca de 350 mil ocupam algum tipo de cargo de confiança.

Segundo dados do Ministério do Planejamento, a folha de pagamento do governo federal custa-nos em 2020 cerca de R$ 26,3 bilhões por mês.

As 57.302 funções/gratificações reservadas a servidores concursados são pagas além dos largos salários reajustados anualmente.