Walter Alves cobra solução para continuidade do programa Minha Casa, Minha Vida

DEJCxldXcAApgFqO deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) fez pronunciamento, na tarde de hoje (10), no plenário da Câmara Federal, e cobrou soluções para os problemas com relação ao programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) nas faixas 1, 2 e 3. “O programa está parado. Está sem orçamento. Precisamos encontrar uma fórmula para resolver esse problema”, disse o deputado.

O parlamentar informou ainda que, juntamente com o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), entrou em contato com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e solicitou uma audiência, ainda nesta semana, para discutir o assunto. “Vamos convidar representantes de instituições envolvidas com a questão para essa audiência com o ministro”, disse Walter.

O programa MCMV está em fase de desaceleração de investimentos, com cortes no orçamento. O problema é mais delicado na faixa 1 do programa, justamente a que atende a população mais carente. Essa faixa, que é subsidiada pelo Tesouro Nacional, é destinada para famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil.

Apenas no município de Extremoz, mais de 500 funcionários ligados à construção civil já foram demitidos e há risco de outras demissões em todo o estado. “O programa é vital para economia não apenas do Rio Grande do Norte, mas de todo o país. A situação é preocupante e precisamos de uma solução”, completou Walter Alves.

Dados

Os números do programa MCMV são preocupantes. De acordo com informações do Ministério das Cidades, no primeiro trimestre deste ano, foram contratadas apenas 72 mil unidades do programa, o que corresponde a 12% da meta de 570 ml unidades no ano. Nas faixas 2 e 3 do programa, apenas 70 mil unidades foram contratadas, o correspondente a 17% da meta. Já na faixa 1 do programa, houve a contratação de 1,8 mil unidades, o que corresponde a apenas 1,1% da meta de 170 mil unidades.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário