Eva Wilma: velório e enterro de serão restritos à família

O velório e o enterro da atriz Eva Wilma acontecerão na tarde deste domingo (17/5), em cerimônia restrita a familiares da artista, morta aos 87 anos neste sábado (16/5), em decorrência de um câncer de ovário. O local onde ocorrerá o sepultamento, em São Paulo, não foi divulgado para a imprensa, para que se evitem aglomerações durante a pandemia.

A atriz estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 15 de abril, inicialmente para tratar problemas cardíacos e renais. O  câncer foi descoberto no último dia 7 de maio.

“Vivinha, é assim que vamos lembrar de você. Obrigado pelos momentos maravilhosos que vivemos juntos e estarão eternamente em nossos corações”, escreveram os agentes da atriz no Instagram.

Eva Wilma Riefle Buckup Zarattini nasceu em São Paulo, em 1933, filha de um metalúrgico alemão e uma portenha judia. Em setembro de 2020, a atriz comemorou 70 anos de carreira. No início da década de 1950, após chamar a atenção como bailarina clássica, ela estreou como figurante em filmes italianos e fez dois filmes com o diretor Armando Couto e o ator Procópio Ferreira, “O Homem dos Papagaios” e “A Sogra”. Ao longo da carreira, trabalhou com diretores como Walter Hugo Khouri (“A ilha”), Luiz Sérgio Person (“São Paulo S.A”) e Roberto Farias (“A cidade ameaçada”).