Pacheco diz que tentar retrocesso democrático é ser “inimigo da nação”

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta 6ª feira (9.jul.2021) que quem se coloca contra a realização normal das eleições é “um inimigo da nação e alguém privado de algo muito importante para os brasileiros que é o patriotismo”. De acordo com ele, caberá apenas ao Legislativo decidir sobre eventuais mudanças no sistema de votação e, qualquer decisão tomada pelos congressistas, deverá ser respeitada.

O presidente do Senado também disse confiar na Justiça Eleitoral e não ver riscos de fraude no pleito eleitoral do ano que vem. Ele afirmou ainda que as eleições acontecerão porque “não se pode tirar do povo brasileiro seu direito sagrado de escolher seus representantes”

Questionado se considerava que as recentes falas de Bolsonaro se encaixavam no contexto de representar risco às eleições, Pacheco afirmou inicialmente que “embora se possa discordar da fala do presidente, devemos sempre respeitá-la e considerá-la para reflexão”

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário