Padre italiano é preso por suspeita de desviar R$ 620 mil da igreja para drogas e orgias

Um carismático padre italiano foi preso por suspeita de desviar R$ 620 mil dos fundos da igreja para pagar por orgias em sua casa. O sacerdote católico Francesco Spagnesi, de 40 anos, que atua na paróquia da comuna de Prato, perto de Florença, está em prisão domiciliar por suspeita de furto, segundo o The Times.

A polícia está investigando centenas de pessoas que supostamente participaram de orgias regadas a drogas promovidas por Spagnesi nos últimos dois anos.

As festas geralmente envolviam o padre, seu colega de apartamento traficante de drogas e pelo menos uma outra pessoa, que eles buscavam em sites de encontros destinados a homossexuais, de acordo com detetives.

No entanto, ocasionalmente as festas semanais envolviam grupos muito maiores, com até 20 ou 30 participantes, apontam as investigações, que começaram após a polícia descobrir que seu colega de apartamento havia importado um litro de GHB (ácido gama-hidroxibutírico) da Holanda.

O padre inicialmente alegou que o dinheiro desaparecido tinha ido para famílias necessitadas, mas depois admitiu que sofria de dependência química.

UOL

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário