Ricardo Barros tem primo em cargo de R$ 28 mil na Apex

Novo alvo da CPI da Covid por ingerência no Ministério da Saúde, o deputado Ricardo Barros também tem um apadrinhado na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). Adalberto Durau Bueno Netto, gerente comercial da agência, é primo do parlamentar.

Durau tem salário de R$ 28 mil e trabalha na diretoria de Negócios da agência, que é vinculada ao Itamaraty. Marketing e relacionamento com clientes são áreas subordinadas ao empresário, sócio de uma cafeteria em Curitiba.

No ano passado, o primo de Barros foi responsabilizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná e multado em R$ 7,5 mil. O tribunal decidiu que estavam irregulares as contas da Agência Paraná de Desenvolvimento em 2018, comandada à época por Durau.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário