Seca se agrava no RN

A última atualização do Monitor de Secas, referente a maio, aponta que no Nordeste houve um agravamento da seca na Bahia, no Ceará e no Rio Grande do Norte.

No sentido oposto, Alagoas e Pernambuco tiveram uma atenuação do fenômeno.

Em termos de severidade, os demais estados nordestinos registraram estabilidade em comparação a abril.

Entre abril e maio, o Rio Grande do Norte teve um agravamento da seca com o aumento da área com seca moderada no leste potiguar, devido às chuvas abaixo da média, sendo que esta severidade do fenômeno subiu de 55% para 67% do estado. Já a seca grave segue em 17% do Rio Grande do Norte. Esta é a condição mais severa do fenômeno no estado desde janeiro de 2020, quando 24% do estado passou por seca grave. Desde dezembro de 2020, todo o território potiguar registra seca.