Liga faz 1º pedido de patente



A Liga Contra o Câncer realizou o primeiro depósito de patente de um produto desenvolvido no Instituto de Ensino, Pesquisa e Inovação (IEPI). Idealizado a partir da observação da farmacêutica da Liga, Verônica Azevedo, o dispositivo para dissolução de comprimidos é um marco histórico para a instituição e foi criado com o objetivo de solucionar a dificuldade para administração segura e padronizada de comprimidos para pacientes com sonda nasoenteral.

De acordo com o médico Francisco Irochima, gerente do Escritório de Inovação da Liga, foram seis meses de pesquisa entre a ideia e o protótipo. O instituto participou de todas as etapas do desenvolvimento do produto, dando suporte intelectual e técnico desde a avaliação da sua viabilidade, passando pela prototipação e depósito do pedido de registro de patente junto ao Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI).

“A primeira etapa consistiu na ideação e aplicação dos métodos inventivos, seguida pela busca patentária realizada por um escritório credenciado contratado. Os desenhos vetoriais, a modelagem e a impressão 3D representaram, juntas, a terceira etapa. A quarta etapa consistiu dos testes e ajustes no protótipo, seguidos da elaboração e depósito do pedido de registro de patente”, afirma Irochima.4 hVer tradução

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário