Voluntariado: Iniciativa é essencial no apoio às crianças acolhidas pela Casa Durval Paiva

Nesta terça-feira, 05/12, é celebrado o Dia Internacional do Voluntário, a data foi instituída, em 1985, pela Organização das Nações Unidas (ONU), visando promover ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade. Partindo de um drama familiar, em 1995, foi fundada a Casa Durval Paiva de Apoio à Criança com Câncer, em Natal, por um grupo de voluntários, que abraçou a luta contra o câncer infantojuvenil, com o objetivo e a missão de oferecer dignidade e qualidade de vida aos pacientes e acompanhantes atendidos.

No contexto do combate ao câncer infantojuvenil, o voluntário ajuda de várias formas, contribuindo desde o tratamento dos pacientes ao suporte às famílias assistidas. Seja de forma direta ou indireta, todas as ações voluntárias se tornam uma luta pela vida e a superação dos obstáculos, advindos do tratamento. Além de diversos familiares e pacientes que, após curados, se tornam voluntários para continuar esse ciclo de benfeitorias.

Rilder Campos, presidente da Casa Durval Paiva, ressalta a importância do voluntariado. “Um abraço, uma palavra amiga, uma atenção ou qualquer outra forma de ajudar causam uma sensação muito positiva ao paciente e seu acompanhante. Fazer o bem é quase terapêutico e isso repercute nessa convivência entre voluntário e acolhido”, afirma.

Ao longo desses 28 anos, muitos voluntários passaram pela Casa, atuando em todos os setores, trazendo solidariedade e amor à causa, transformando a história de muitas famílias. Um dos voluntários mais antigos e ainda atuante na instituição é o artista plástico Ricardo Tinoco que, semanalmente, ministra aulas de desenho para os pacientes, tanto na Casa Durval Paiva, como em seu ateliê. Hoje, um de seus pupilos, Manoel Patrício, também realiza um trabalho voluntário na instituição, após a cura de uma leucemia.

Ser voluntário é doar-se, fazer algo de bom em prol de alguém ou de alguma causa. Uma oportunidade única de contribuir para uma sociedade mais justa e o fortalecimento da cidadania.

0 comentários ↓

Não existe comentários ainda...que tal deixar sua opinião ??

Deixe um comentário